0

Seu Carrinho

Nenhum produto no carrinho.

Produtores começam a usar a caixa de compras retornável da Fazendinha

Hoje, um terço do lixo doméstico é composto por embalagens. Cerca de 80% das embalagens são descartadas após usadas apenas uma vez! Como nem todas seguem para reciclagem, este volume ajuda a superlotar os aterros e lixões, exigindo novas áreas para depositarmos o lixo que geramos. Isso quando os resíduos seguem mesmo para o depósito de lixo…

Recentemente, foi descoberta uma enorme quantidade de lixo boiando no meio do oceano Pacífico – uma área igual a dois Estados Unidos. Esse grande depósito de entulho se formou com o lixo jogado por barcos, de plataformas petrolíferas e os vindos dos continentes, sendo reunidos devido às correntes marítimas. Acredita-se que lá exista algo em torno de 100 milhões de toneladas de detritos. Uma boa quantidade é composta de embalagens e sacolas plásticas. Estima-se que resíduos plásticos provoquem anualmente a morte de mais de um milhão de aves e de outros 100 mil mamíferos marinhos (Fonte: Revista Istoé, edição 1997 – “A sopa de lixo no Pacífico”).

A poluição pelo plástico afeta a qualidade do ar, do solo e sistemas de fornecimento de água, já que o material absorve diversas toxinas e pode levar até 100 anos para se decompor na natureza. Ou seja, as embalagens, quando consumidas de maneira exagerada e descartadas de maneira regular ou irregular,  em lugar de serem encaminhadas para reciclagem, poluem a paisagem, contribuem de forma significativa para o esgotamento de aterros, lixões e dificultam a degradação de outros resíduos. Além de muitos outros tipos de impactos ambientais menos visíveis ao consumidor final, como a ingestão por animais causando sua morte e problemas na rede elétrica (sacolas que se prendem em fios de alta tensão). O aumento do consumo aumenta a demanda pela produção de embalagens, o que consome mais recursos naturais e gera mais resíduos.

Todo esse impacto poderia ser diminuído ou eliminado, basicamente, por meio da redução do consumo desnecessário e correta separação e destinação do lixo: comprando somente aquilo que é necessário, reutilizando o que for possível e mandando para reciclagem materiais recicláveis e para a compostagem os resíduos orgânicos.

Trabalhando com o propósito de redução das embalagens, a Fazendinha em Casa coloca em execução o seu projeto de eliminação de sacolas e embalagens não essenciais junto aos produtores e inicia o uso da caixa de compras retornável em suas entregas. A caixa retornável da Fazendinha chega para que, gradativamente,  sejam reduzidas as embalagens nas entregas. Primeiramente, eliminando as sacolas da Fazendinha que antes reuniam todos os pedidos do cliente junto a cada produtor. Em um segundo momento reduzindo as sacolas/embalagens de cada produtor.

Como destacado por Claudia Ligório, umas das fundadoras da Fazendinha, o projeto é complexo e essencial para contribuirmos para um mundo sustentável: ” É uma missão desafiadora, pois envolve coordenar o trabalho junto a mais de cem produtores e nossa equipe, sem prejudicar a junção de todos os pedidos de cada cliente, bem como manter as condições adequadas de cada produto. Acreditamos que em torno de quatro meses alcançaremos o objetivo para 2020 que é manter somente as embalagens dos produtos, mesmo assim daquelas essenciais, usando preferencialmente materiais recicláveis e claro, mantendo as embalagens de presente. As próximas gerações esperam esta atitude de todos e sabemos que precisamos fazer muito mais. É apenas um começo”.

A caixa de transporte da Fazendinha é confeccionada com material reciclado, contribuindo, também neste aspecto, para a redução do impacto das embalagens no meio ambiente.

Também é para clientes que precisam de agilidade no momento da entrega dos pedidos ou que necessitem que seu pedido fique na portaria do prédio de forma organizada e protegida. Assim não é necessário retirar os produtos da caixa, bastando trocar com o motorista, deixando uma vazia com ele e recebendo seu pedido já organizado em outra.

Saiba mais sobre a caixa de compras retornável Fazendinha em Casa aqui.