0

Seu Carrinho

Nenhum produto no carrinho.

Queijo Capela Velha ganha medalha de prata na França

Que o queijo mineiro é bão demais da conta, o Brasil inteiro já sabia. Só que no último dia 12 de junho, foi a vez do mundo ficar sabendo. No concurso Mondial du Fromage, no Salão do Queijo de Tours, França, sete queijos mineiros foram premiados depois de concorrerem contra 700 produtos de 20 países. Entre os vencedores está o Queijo Canastra Capela Velha, ganhador da importante medalha de prata internacional.

Produzido por Guilherme Henrique Silva e Alexandre Pereira Silva na Fazenda São Bento Capela Velha, município de São Roque de Minas, os irmãos são netos de “Chico do Heitor “, tradicional produtor de queijo Canastra, na região. Fazendeiro este que sempre preservou a raça Caracu com sua boiada de cor única e chiques majestosos movimentando os carros de boi pelas serras da Canastra.

“Desde crianças meus irmãos e eu fomos habituados com o dia a dia de uma legítima fazenda no interior da Canastra: o som das vacas e suas crias berrando, o canto do galo a conquistar suas parceiras e ao som inconfundível do leite caindo no balde durante a ordenha no curral”, conta Guilherme orgulhoso da bela história de vida do querido avô inteiramente dedicada a produção do queijo Canastra na fazenda, atualmente administrada por ele e o irmão.

A premiação foi entregue na cidade francesa ao Alexandre e sua cunhada Valéria Rodrigues, esposa do Guilherme, que mesmo à distância não conteve a emoção: “Foi como a concretização de um lindo sonho tão almejado! Uma sensação indescritível! Foi uma montanha de sentimentos e sensações, todas descarregadas de uma única vez!!! É difícil explicar com palavras”.

A origem do nome Capela Velha

A origem da expressão “Capela Velha” remonta o surgimento do povoado, em meados do século XVIII, mais precisamente no ano de 1762, local onde foi erguida uma capela em honra a São Roque nas proximidades da fazenda. Este local foi o marco histórico da fundação de São Roque de Minas e o berço dos diversos causos em torno da figura de “São Roque Fujão”, o Santo Fujão.

Para ter essa iguaria à sua mesa, é só pedir diretamente aos produtores na loja Capela Velha na Fazendinha em Casa. Eles enviam para todo o país por Sedex. Bon appétit!

www.fazendinha.me/capelavelha

Queijo Capela Velha

Lista completa dos queijos mineiros premiados

Super ouro: queijo araxá da fazenda Caxambu, da produtora Marli Leite.

Prata: queijo canastra de Capela Velha; queijo do serro, com casca lavada da cooperativa do Serro, curado na França por Lafinarde; queijo do serro com casca ácaros, da cooperativa do Serro, curado na França por Lafinarde; queijo canastra do Vale da Gurita; queijo canastra produzido por Reinaldo de Faria Costa; queijo kankrej produzido por Túlio Madureira; e queijo santo casamenteiro, produzido por Queijos Cruzília

Bronze: queijo sabores do sítio, extra curado, produzido por Lúcia, do Campo das Vertentes; queijo gir, do produtor Túlio Madureira; e queijo alagoa grande, da Queijo d’Alagoa, produzido por Osvaldo Martins de Barros Filho